27 setembro 2017

[Resenhando Ebooks] Um ano Sabático

Autor(a): Renata R. Corrêa
Número de paginas:264
Ano de lançamento: 2017
Sinopse:Quando os sonhos de Rafaela, uma jovem fisioterapeuta, se transformam em pesadelos, ela é diagnosticada com Síndrome de Burnout. De repente, nada mais em sua vida parece fazer sentido, e na busca de si mesma e da felicidade perdida ela precisará ter coragem para recomeçar do zero.
   No seu ano sabático, um tempo de descanso, aprendizado e recomeços, ela se redescobrirá, encontrando coisas que se perderam com o tempo e tentará resgatar a simplicidade dos valores importantes da vida. No meio dessa encruzilhada, que definirá o rumo do seu destino, ela conhecerá o amor verdadeiro. Tudo isso serão pilares fundamentais para sua recuperação e, quem sabe, para encontrar a verdadeira felicidade.


     O post de hoje é pra resenhar mais um livro da nossa autora parceira Renata Corrêa, lançado somente em formato em Ebook. Tenho que confessar que estava na maior ansiedade para resenhá-lo, então vem conferir mais essa resenha!

     Um ano sabático fala de um distúrbio pouco falado abertamente e que é bem semelhante a depressão,como a história é narrada em primeira pessoa dá pra sentir muito bem a intensidade do que se passa com Rafaela,é como se estivéssemos "espiando" a vida da personagem.

— Me sinto mesmo esgotada... — Subitamente me senti triste. Eu nunca imaginei que estivesse doente.

     Um dos primeiros pontos que mais me agradou e chamou a atenção é que não tem enrolação para se chegar ao ponto principal da história, logo de cara já sabemos que algo está errado, o que sem dúvida ajudou em muito para deixar a leitura rápida, não cansativa e é claro,aquela leveza da qual eu sempre cito quando resenho os livros da Renata,isso nunca fica de fora.

Há tempos, as coisas haviam deixado de fazer sentido em minha vida, e no fundo eu sabia que o trabalho excessivo era o grande culpado. Ouvir aquilo tudo foi o começo do fim.

     O enredo passa a seguinte mensagem: que ajuda tratamento e compreensão são fundamentais quando se passa por algo assim,mas que também é necessário o amor próprio, a força de vontade e iniciativa de mudanças que te incentivem ir além da sua zona de conforto,que faça até realizar sonhos adormecidos pelo cansaço da correria da vida, particularmente achei muito bacana isso,porque meio que desperta a gente, fazendo-nos refletir. 

O começo do fim nem sempre é ruim. Porque, às vezes, é preciso colocar pontos finais em diversas situações na vida. Era tempo de colocar os meus.

     E claro que há espaço para o romance,mesmo ele não sendo o foco central da história, mas o que seria de um livro de dona Renata sem um romance para nos fazer suspirar nem que seja um pouquinho?! E aproveitando, outra coisa que notei foi a evolução da autora na escrita,a cada livro sinto uma evolução dela e fico muito feliz por isso! E assim ela vai criando uma estrutura muito característica dela,tipo uma marca própria, o que é bom.

Entre um beijo e outro, trocamos olhares cúmplices e sorrisos nervosos. Tínhamos medo, mas estávamos envolvidos por uma magia que eu ainda não conhecia.

    Enfim,um ano sabático é um livro para se refletir sobre o que nem sempre está em nosso controle.

6 comentários:

  1. Oi Nayla!

    Eu não conhecia o livro nem a autora, mas fiquei curiosa com esse. Achei bem interessante a autora tratar de uma síndrome que é pouco conhecida e falada - eu por exemplo, não fazia ideia do que se tratava.
    Gostei do romance não ser o centro da história.
    Parabéns pela resenha!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que resenha mais linda, Nayla! Obrigada, querida. Amei suas palavras!

    ResponderExcluir
  3. Oiee Nayla ^^
    Andei vendo muita coisa sobre esse livro e a autora, e ando muito curiosa para lê-lo. Agora que parei de comprar livros físicos e só ando com o Kindle, fiquei feliz em saber que tem em e-book...hehe'
    Fico feliz em saber que gostou do livro, e mais ainda em saber que, apesar de ter romance, não é o foco principal. Doidinha para ler <3
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Vi a divulgação deste livro e fiquei curiosa com esta síndrome que a autora aborda. Acho que nunca li nada com esta temática e espero poder ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Eu ainda não conhecia o livro, mas achei bem interessante a história. Gostei do que falou da história, sobre como a ajuda pode ser importante.
    Achei bem interessante essa dica, e com certeza vou ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. Oi Nayla, como está?
    ADOREI a premissa do livro, ainda mais quando dei uma lida sobre a síndrome abordada, da qual, imagino eu, não se fala muito na literatura. Adorei tua resenha e penso que mais livros deveriam falar de síndromes não tão comuns para ajudar a conscientizar as pessoas sobre elas e o modo de ajudar.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir

imagem-fundo imagem-logo