17 janeiro 2018

Filmes que mostram que Alan Rickman não se resumia a Severus Snape

 No último dia 14 completou dois anos que o ator Alan Rickman faleceu, a sua morte pegou todos de surpresa principalmente os seus fãs, o ator faleceu devido a um câncer,e a partir dai quase nada foi divulgado.

  Se tem algo que me incomoda até hoje é que muita gente acha que a carreira de Alan Rickman se resume a Severus Snape,só que a verdade é que ele era um ator multifacetado capaz de interpretar diversos tipos de papéis,não só no cinema como também na TV e no teatro.
Pensando nisso, preparei uma lista com alguma filmes do ator,que demonstra que sua carreira não pode e nem deve ser resumida apenas no personagem da saga Harry Potter.


Robin Hood- Eu sei que tem várias versões desse filme,mas sem dúvida essa é a minha favorita, ver Alan atuando como vilão com toque cômico,realmente vale a pena.


Quases deuses- Eu já citei esse filme em uma outra lista aqui no blog, mas sempre é bom relembrar, sem falar que o filme é baseado em uma história real sobre um grande passo dado na história da Medicina moderna.


Razão e sensibilidade-Esse filme é uma ótima pedida para quem gosta das obras de Jane Austen, já que o mesmo é uma adaptação de uma de suas obras, sem falar no elenco que conta com nomes de Kate Winslet, Emma Thompson,além do próprio Alan Rickman, entre outros.



Raspuntin- Sem dúvidas esse é um dos meus filmes favoritos da vida, o longa conta a história do enigmático monge russo, vale ressaltar que como sempre sua atuação está magnifica no longa.



O guia do mochileiro das galáxias -Aqui temos o ator emprestando a sua voz ao depressivo robô Marvin, para quem não sabe esse filme é adaptação de uma das obras do autor Douglas Adams.


Eyes in the Sky- Esse foi o último filme que ele atuou,mesmo não tendo muita ação esse filme é indicado para quem curte a temática Militar.

10 janeiro 2018

[RESENHA] Suicidas



 Autor(a):Raphael Montes
Editora:Companhia das letras
Número de páginas:430
Ano de lançamento:2017
Sinopse: Um porão, nove jovens e uma Magnum 608. O que poderia ter levado universitários da elite carioca – aparentemente sem problemas – a participar de uma roleta-russa? Um ano depois do trágico evento, que terminou de forma violenta e bizarramente misteriosa, uma nova pista, até então mantida em segredo pela polícia, ilumina o nebuloso caso. Sob o comando da delegada Diana Guimarães, as mães desses jovens são reunidas para tentar entender o que realmente aconteceu, e os motivos que levaram seus filhos a cometerem suicídio. Por meio da leitura das anotações feitas por um dos suicidas durante o fatídico episódio, as mães são submersas no turbilhão de momentos que culminaram na morte de seus filhos. A reunião se dá em clima de tensão absoluta, verdades são ditas sem a falsa piedade das máscaras sociais e, sorrateiramente, algo maior começa a se revelar.

Hey leitores Inconstantes! Hoje eu vou falar um pouco sobre o livro suicidas,uma das últimas leituras do ano passado e que sinceramente valeu muito a pena,como todos os livros que já li do autor Raphael Montes,então vem conferir mais essa resenha aqui no blog!

  Suicidas é no mínimo um livro denso,começando pelo titulo,indo pela narrativa e culminando em seus acontecimentos,daqueles que você pensa “isso não pode acontecer” e simplesmente acontece,uma espécie de tapa na cara do leitor que se surpreende,se horroriza,mas se sente bastante instigado ao continuar a leitura, quando tive conhecimento do enredo, o livro já se encontrava esgotado e não pude deixar de pensar que o seu titulo e sua sinopse já entregava muito sobre a trama,mas nem tudo é o que parece e pude comprovar graças a essa edição maravilhosa relançada pela companhia de letras.

A palavra não foi feita para enfeitar, brilhar como ouro falso; a palavra foi feita para dizer.”
  Outro ponto que se percebe é a forma como o narrador analisa a natureza humana,de forma crua,quase sem sentimentos,apesar do livro ser narrado em primeira pessoa  é difícil ás vezes identificar as reais emoções do narrador,é como se ele despertasse uma desconfiança em quem está lendo,há tempo o tempo real,onde  as mães dos “suicidas” são apresentadas e como elas há um arsenal de sentimentos, culpa,dor,arrependimento,raiva e por ai vai,a gama é bem variada.

 Cometer suicídio  é como se tornar um deus por alguns segundos.Acabo de me dar conta disso
     E mesmo sem dar Spoiller,posso dizer uma coisa sobre o final,surpreendente,pelo menos foi assim pra mim,o autor se colocou ali de uma forma literal que provavelmente deixará o leitor arrebatado.
 Talvez a culpa  seja minha, talvez eu não tenha nascido para funcionar no esquema,para seguir a tendência.


   Suicidas é um livro visceral que nos revela o lado mais cru e obscuro da natureza humana de forma convincente,mas sem deixar que isso prejudique a leitura.

03 janeiro 2018

As minhas melhores leituras de 2017



   Hey leitores inconstantes! Depois de tanto tempo sem um post decente,eis-me aqui para postar a lista de algumas das minhas melhores leituras de 2017,o final do ano foi tão corrido que não tive tempo de fazer isso  antes,talvez a lista será um pouquinho maior esse ano,mesmo que em quantidade de leituras no total não seja tão produtivo assim.

   Uma coisa que eu gostaria de ter feito era dividir essa lista em gêneros, porém ficaria mais difícil e talvez algumas categorias ficassem com mais de um livro, sendo assim ela acabou ficando bem aleatória, porém creio eu que terá leitura para todos os gostos,romance,suspense e por ai vai,então vamos dividir as nossas leituras? Espero que curtam a lista e vamos lá!

Cujo: Uma lista minha sem Stephen King é algo que ainda não aconteceu, essa edição de Cujo está bem caprichada tanto na aparência como no seu conteúdo, o lançamento foi um presente para os fãs do autor,já que a tradução não estava mais sendo publicada aqui a algum tempo,essa obra mostra King em sua melhor forma e se você quiser conhecer um pouquinho mais dela tem resenha aqui no blog! Resenha Clique aqui



Box Sherlock Homes: Eu não queria colocar um Box nessa lista, mas olhando pra ele acho muito justa um lugar por aqui, já que ele é maravilhoso tanto na sua aparência como no seu conteúdo, ideal para quem começar a conhecer as aventuras de uns dos detetives mais famosos do mundo, porém não sabe por onde começar, recomendo!


Sorrisos Quebrados: Se você está procurando um livro que te faça derramar algumas lágrimas esse é perfeito! Só para vocês terem uma noção eu já comecei a chorar logo nas primeiras páginas, mas não é só isso, sorrisos quebrados é uma obra sensível e que de alguma forma leva o leitor a reflexão sobre diversos aspectos.


Amores e Desamores: O que mais me chamou atenção nesse ebook foi que além de ser de  contos ele tem uma temática que me agrada o amor  e o desamor como o titulo sugere, e o melhor de tudo isso foi a forma  coo autora abordou o assunto de uma forma bem leve, mas dentro da realidade e também tem resenha dele aqui no blog. Resenha clique aqui


Como agarrar uma herdeira: Esse ano tive o prazer de finalmente conhecer a escrita da Júlia Quinn e foi amor a primeira vista! Por mim eu colocaria todos os livros dela, mas escolhi esse por ser o mais engraçado em minha opinião, é uma leitura gostosa,romântica com toque de sensualidade que com certeza vale a pena dá uma chance.



Suicidas: Posso dizer que tenho uma história com esse livro, pois quando o conheci ela já havia esgotado, mas para a sorte de muitos leitores ele foi relançado e como valeu a pena essa relançamento, sabe o livro que o final dele te pega totalmente desprevenido? Então, esse é o livro certo! Um dos melhores do autor Raphael Montes, sem dúvida.




Então, essa foi minha lista, e o que acharam? Obviamente teve mais leituras ótimas, porém não é possível colocar todas elas aqui e vocês leram algum desses? Querem resenha de algum ou tem uma outra leitura que não esteja na lista para indicar? Deixem aqui nos comentários.
imagem-fundo imagem-logo